O Boneco de Neve

Assista esta histórinha no YouTube

Assista esta histórinha no nosso aplicativo para dispositivos móveis

Contos de Fadas com a GiGi

Aplicativo que conta historinhas para crianças

  • Mais de 50 contos de fadas e fábulas
  • Conheça a GiGi – a simpática papagaia contadora de histórias
  • Lindas ilustrações e narração profissional
  • Descubra cada "Moral da História" e aprenda importantes lições de vida
  • Jogos divertidos para você brincar com seus personagens preferidos
  • Tenha certeza de que seus filhos não estarão expostos a nenhum conteúdo inapropriado
  • Um ótima ajuda para quem está aprendendo a ler

Leia esta histórinha

Naquele inverno, a primeira vez que nevou foi na noite anterior. De manhã, Billy foi para fora de casa e começou a fazer bolas de neve. Logo ele já tinha feito duas grandes. Ele andou pelo jardim e achou uma pequena bola de neve que dava certinho para ser a cabeça do boneco de neve. Aí, ele correu para casa e trouxe dois pedaços de carvão para os olhos do boneco e uma cenoura para o nariz, e um velho chapéu vermelho de cowboy. “Pronto,” disse Billy, “aqui está meu amigo boneco de neve!”
Mais tarde naquela noite, enquanto Billy estava comendo seu jantar, um dos seus dentes da frente - que já estava mole faz tempo - finalmente caiu. Sua mãe disse “Não se esqueça de colocar seu dente debaixo do travesseiro, porque quando a Fada dos Dentes vier, ela vai balançar a varinha de condão e transformar seu dente em dinheiro.” “Está bem, mãe.” disse Billy e colocou o dente no bolso.
Depois do jantar, Billy colocou suas botas, casaco, luvas e chapéu para poder sair de casa e dar uma olhada no seu novo amigo boneco de neve lá na frente do jardim. Quando ele estava olhando para o boneco e apreciando seu lindo trabalho, ele lembrou que o dente ainda estava no bolso. Ele abriu um sorriso, pegou o dente de dentro do bolso e o colocou debaixo do chapéu vermelho de cowboy do boneco de neve. “Agora vamos ver se a Fada dos Dentes é mesmo esperta. Aposto que ela não vai encontrar meu dente ali.”
Logo após a meia noite, uma luz muito brilhante veio e clareou o jardim da casa de Billy. Era a Fada dos Dentes. Ela foi andando direto para frente do boneco de neve. Sorriu, balançou a cabeça e disse “Esse Billy... Ele não sabe que ninguém pode fazer a Fada dos Dentes de boba?” Aí, ela balançou sua varinha de condão e uma nuvem mágica foi ao encontro da cabeça do boneco de neve, que era onde Billy havia deixado seu dente, debaixo do chapéu. E em um flash de luz, o dente se transformou em uma linda e brilhante moeda e a Fada dos Dentes desapareceu.
Assim que amanheceu, Billy saiu logo da cama, vestiu-se e foi correndo ver seu novo boneco de neve e saber se a Fada dos Dentes havia encontrado seu dente ou não.
Enquanto ele estava correndo para ver o boneco de neve, Billy olhou em volta e percebeu que alguma coisa estava diferente. Ele viu marcas estranhas na neve, e o boneco de neve estava em um lugar diferente do que estava no dia anterior. Ele andou lentamente até o boneco e ficou muito perto, quase encostado no rosto dele. Nesse exato momento, o boneco de neve deu um espirro muito alto!
Billy levou um susto e deu um pulo no ar. Ele ficou muito surpreso e com um pouquinho de medo. “Você não pode estar vivo!” gritou Billy. “Você tem certeza?” disse o boneco de neve, que sentiu-se um pouco mal por ter espirrado e assustado o menino. “Um boneco de neve não pode falar, ou espirrar, nada disso!” disse Billy. “Está bem, se você diz isso..” disse o boneco de neve.
O boneco levantou o chapéu de cowboy e pegou a moeda brilhante. “E aliás, eu acho que ela é sua.”
“Você está vivo!” gritou Billy. Ele ainda não podia acreditar no que via. Quando ele pegou a moeda das mãos feitas de galho do boneco de neve, Billy sorriu o sorriso mais largo da sua vida. “Foi a Fada dos Dentes! Ela deve ter feito isso!” E ele deu um grande abraço no boneco de neve. “Que máximo! Agora que tenho um boneco de neve de verdade para brincar!”
E pelo resto do inverno, o menino e o boneco de neve brincaram todos os dias, o dia inteiro. Eles se divertiram mais do que já tinham se divertido na vida.
Aí, a primavera chegou e o clima começou a ficar mais quente e mais quente, até que em um dia de manhã, quando Billy foi para fora de casa para brincar, o boneco de neve havia sumido. No chão do jardim só existia o velho chapéu vermelho de cowboy.
Quando Billy foi pegar o chapéu de cowboy, viu que o boneco de neve estava lá em baixo, bem pequenininho! O boneco havia derretido até ficar baixinho e miudinho. “Billy!” disse o boneco de neve, “Obrigado pelos momentos maravilhosos! Não se esqueça de me fazer de novo no próximo inverno, ein?!”

Compartilhe com Amigos e conte-nos o que você achou


comments powered by Disqus